Arquivo da categoria ‘Anabolizantes’

Os erros mais comuns durante ciclos

Publicado: 1 de julho de 2011 em Anabolizantes

Muitos iniciantes costumam cometer erros básicos durante ciclos de esteróides anabolizantes. Erros nos quais podem prejudicar não só os ganhos, mas a saúde do envolvido. Conheça alguns dos erros mais comuns durante os ciclos:

Reaproveitar seringas e agulhas

Jamais deve-se reaproveitar seringas e agulhas, nem mesmo a que acabou de usar com outra droga. Muitos indivíduos já morreram por infecções devido a isso e, outros tantos perderam membros ou tiveram sérios problemas de necrose. E, se você já gastou um bom dinheiro com o ciclo, não custa nada fazê-lo com segurança e higiene.

Misturar drogas oleosas com aquosas

Esse é um erro básico cometido para economizar. Esse procedimento pode ocasionar dores fortíssimas e inchaço local.

Local das aplicações

Para os iniciantes, os melhores locais de aplicação são os glúteos e o vasto lateral. (Sempre tirando o peso do membro antes.) Por que? Simplesmente pelo motivo de que BRAÇOS, DORSAIS e outros são muito susceptíveis  não só aos vasos sanguíneos, mas principalmente a nervos. E você não deseja perder o movimento de algum membro, não é mesmo?

Não fazer TPC

TPC é comprovadamente necessária em 99% dos casos. Nela, você tem a possibilidade de ajudar seu corpo a recuperar-se mais rápido e, evitar a aromatização de muitas outras drogas. Evita também problemas com a compensação hormonal, como a ginecomastia, hipertrofia testicular e impotência sexual. Algumas das drogas mais utilizadas em TPC são: Citrato de Tamoxifeno, HCG, Clomid etc

Conclusão:

Alguns erros primordiais e básicos podem evitar problemas seríssimos. É importante sempre pesquisar e, se possível buscar a opinião de um profissional antes de colocar qualquer substância em seu organismo.

Este artigo foi escrito por: Marcelo Sendon

Fonte: http://dicasdemusculacao.com/os-erros-mais-comuns-durante-ciclos/

Anúncios

Toda droga tem seu efeito colateral. Com a Efedrina, Clembuterol e Salbutamol não será  diferente. Veja aqui quais são os efeitos de cada “droga“:

Efedrina:

Efeitos Colaterais:

– Estimulador do sistema nervoso central (SNC);
– Aumenta a temperatura corporal (recomendado beber bastante agua);
– Pode ocasionar caimbras (recomenda-se utilizar potassio);
– Acelera o coraçao;
– Insonia (Quando aliado a cafeina);
– Dores de cabeça, tremedeiras e vontade de vomitar;
– Aumento da pressao;
– O uso da substancia por um tempo continuo de mais de 2 anos pode ocasionar sangramento do cerebro.;
– Sudorose.

Clembuterol (pulmonil):

Efeitos colaterais:

– Nervosismo, tremores das mãos, enxaquecas e insônia;
– Câimbras de músculo são os mais comuns;
– Acelara o coraçao;
– Aumento da temperatura corporea;
– Estimulador do SNC ( Sistema Nervoso Central).

Salbutamol:

Efeitos colaterais:

– Seus efeitos colaterais são semelhantes ao de qualquer agonista beta2-adrenérgico e muito semelhantes aos do clembuterol;
– Aumento da pressão arterial, frequência cardíaca, insônia, tremores e sudorese são os mais comentados;
– Também é capaz de diminuir os níveis do aminoácido taurina na circulação e no coração. A depleção desse composto está relacionado a ocorrência de cãimbras;
Lesões cardíacas, como as reportadas em animais com clembuterol, nunca foram observadas com o salbutamol. Eu acredito que isso ocorra devido a MV mais curta dessa composto. Na verdade, também não acredito na toxicidade cardíaca do clembuterol, uma vez que os animais possuem muito mais receptores beta2 que os humanos. Todos esses colaterais são facilmente controlados, devido a MV curta do composto (mesmo após ocorrer acúmulo). Tomando as precauções devidas, o salbutamol é uma droga muito segura.

Este artigo foi escrito pela: Equipe Massa Corporal

Fonte: http://dicasdemusculacao.com/efeitos-colaterais-efedrina-clembuterol-salbutamol/

   Para os que já vem tomando altas doses dessas drogas há muito tempo e com sintomas de dependência, nem sempre é fácil parar de usar. Quando param podem sentir fadiga, perda de apetite, insônia, redução do desejo sexual, e ainda uma grande vontade de continuar usando anabolizantes. O sintoma mais perigoso que pode surgir quando da parada dessas drogas é a depressão que em casos extremos pode levar à tentativa de suicídio. Nesses casos é necessária a ajuda de um profissional para parar de usar anabolizantes.

Fonte: http://www.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm#1

   Os esteróides anabolizantres não são consideradas drogas que induzem o uso de outras drogas ilícitas, ou seja, não são porta de entrada para uso de outras drogas. Porém, os usuários dessas drogas para fins estéticos chegam a utilizar de 10 a 100 vezes mais a dose médica recomendada e normalmente misturam dois ou mais diferentes anabolizantes, oral e/ou injetável e algumas vezes utilizam compostos veterinários. Agem dessa forma porque acreditam que a mistura de vários compostos possa dar um efeito maior sobre os músculos.

  Na tentativa totalmente errônea de previnir o aparecimento de efeitos indesejáveis, alguns usuários tomam medicamentos antihipertensivos e também medicamentos anti-câncer.

Fonte: http://www.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm#1

O uso indevido dessas drogas pode acarretar inúmeros problemas como:

Homens e adolescentes: redução da produção de esperma, impotência, dificuldade ou dor em urinar, calvície e crescimento irreversível das mamas (ginecomastia).

Mulheres e adolescentes: aparecimento de sinais masculinos como engrossamento da voz, crescimento excessivo de pelos no corpo, perda de cabelo, diminuição dos seios, pelos faciais (barba).

Em pré-adolescentes e adolescentes de ambos os sexos: finaliza, prematuramente, o crescimento deixando-os com estatura baixa para o resto de suas vidas.

Em homens e mulheres de qualquer idade: aparecimento de tumores (câncer) no fígado, perturbação da coagulação do sangue, alteração no colesterol, hipertensão, ataque cardíaco, acne, oleosidade do cabelo e aumento de agressividade que pode manifestar-se em brigas.

Usuários que injetam esteródes anabolizantes com técnicas inadequadas e não estéreis (livre de contaminação), ou dividem agulhas contaminadas com outros usuários, correm o risco de contrair infecções como HIV, hepatite B e C. Há ainda, o problema com preparações ilegais dessas drogas, as quais são elaboradas em condições não estéreis colocando em risco os que as utilizam.

Fonte: http://www.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm#1

Como os anabolizantes são utilizados?

Podem ser usados na forma de comprimidos, cápsulas, ou como injeção intramuscular.

Por que as pessoas usam os anabolizantes?

Os que utilizam essas drogas sem ser por problemas médicos, fazem esse uso para melhorar o desempenho nos esportes, aumentar a massa muscular e reduzir a gordura do corpo.

Fonte: http://www.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm#1

Esteróides Anabolizantes são drogas fabricadas para substituirem o hormônio masculino Testosterona, fabricado pelos testículos. Eles ajudam no crescimento dos músculos (efeito anabólico) e no desenvolvimento das características sexuais masculinas como: pelos, barba, voz grossa etc. (efeito androgênico).

São usados como medicamentos para tratamento de pacientes que não produzem quantidade suficientes de Testosterona. Os principais medicamentos esteróides anabolizantes utilizados no Brasil são: Durasteton® , Deca-Durabolin® , Androxon®.

Fonte:http://www.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm#1